Pentecostes: a vinda do Espírito Santo

Tags:, , , , , , ,

Categories: Igreja,Notícias

DSCN5604_Antes de Jesus, Pentecostes era celebrado como uma festa de ação de graças às colheitas fartas, 50 dias depois da Páscoa. Por isso o nome Pentecostes, que quer dizer quinquagésimo dia. Após a ressurreição de Jesus e antes de Ele subir aos céus, Ele nos prometeu o Seu Espírito Santo para nos fortalecer, guiar e nos dá coragem para continuar a missão que Ele deixou. E como todos os planos de Deus se concretizam, cinquenta dias após a Páscoa, a comunidade cristã que estava reunida, os apóstolos juntamente com a Virgem Maria receberam o Espírito Santo em forma de línguas de fogo, “todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito os inspirava” (At 2,4). A partir desse momento, todos aqueles que estavam com medo de evangelizar, saíram para levar o amor de Deus a outras pessoas.

A Paróquia Senhor do Bonfim realizou neste dia, 24, não um memória, mas a própria vivência da vinda do Espírito Santo, que começou com o VII Cenáculo Mariano, organizado pela Legião de Maria e o Crisma que fez uma belíssima apresentação sobre os dons do Espírito Santo. O nosso pároco Paulo Raimundo fez uma palestra sobre o tema: “Maria, a esposa bem amada do Espírito Santo”, e fez reflexões a partir da leitura Espiritualidade da Legião do manual legionário. O dia de Pentecostes só se encerrou com a Sagrada Eucaristia celebrada na Santa Missa.

Todos os fiéis cristãos têm que se abrir para o Espírito Santo e como o pároco afirmou, se alguém não comungar porque brigou com alguém se fecha para que o Deus comunhão e Seu Espírito possam reinar no coração. Neste dia, a Igreja se renova e recebe os dons necessários (Sabedoria, Fortaleza, Piedade, Ciência, Conselho, Piedade e Temor de Deus) para que a Igreja permaneça sempre unida. Recebendo o Espírito Santo, os discípulos começaram a falar em línguas, mas de forma que todos entendiam, porque era a língua do amor. Também nós, renovados pelo Espírito Santo, somos chamados a falar a língua de Deus, o amor.

DSCN5615_

Confira neste link o texto do Manual Legionário utilizado pelo pároco em sua palestra e um aprofundamento nos 7 dons do Espírito Santo.

ESPIRITUALIDADE DA LEGIÃO

As orações da Legião refletem os princípios básicos da sua espiritualidade. A Legião alicerça-se, em primeiro lugar, numa inabalável Fé em Deus e no amor que Ele dedica a Seus filhos, de cujos esforços quer tirar motivo de glória. Por isso, deseja Deus purificá-los e torná-los fecundos e duradouros. Quando nos deixamos dominar pela indiferença ou por uma ansiedade febril, é porque pensamos que Ele não passa de mero espectador do nosso trabalho. Deveríamos antes tomar consciência de que, se as boas intenções brotam em nós, é porque Ele aí as semeou e só frutificarão, se a sua virtude nos amparar a todo o momento. Deus se preocupa mais com o bom êxito do nosso trabalho do que nós próprios: esta ou aquela conversão, em que nos empenhamos, deseja-a Ele infinitamente mais do que nós. Queremos ser santos? Por isso, suspira Ele mil vezes mais do que nós mesmos.

A convicção da colaboração onipotente de Deus, bondoso Pai, no trabalho da santificação pessoal e no serviço a favor do próximo, deve constituir o apoio fundamental para os legionários. No caminho do bom êxito, só pode haver um obstáculo: a falta de confiança. Tenhamos fé bastante e Deus se servirá de nós para conquistar o mundo.

Veja fotos em nossa galeria, clique aqui.

Author: Pastoral da Comunicação

Deixe uma resposta